Uncategorized

Prefeitura de Cuiab | Perodo educativo de equipamentos eletrnicos instalados na Beira Rio e Miguel Sutil comea 1 de novembro

A Secretaria de Mobilidade Urbana (Semob) informa aos motoristas e motociclistas que, a partir do dia 1º de novembro, inicia-se o período educativo dos equipamentos eletrônicos de fiscalização da Avenida Miguel Sutil, próximo ao edifício Santa Rosa Tower, Santa Rosa, sendo a velocidade permitida de 60km, e da Avenida Manoel José de Arruda (Avenida Beira-Rio), nas proximidades do viaduto Murilo Domingos, com a velocidade permitida de 40km. Durante 30 dias, os motoristas que passarem pelos pontos monitorados e cometerem infrações receberão apenas uma notificação orientativa, sem a aplicação de multas.

A implantação desses dois equipamentos foi uma medida adotada após reunião perante o Ministério Público, por meio da 29ª Promotoria de Justiça Cível da Comarca de Cuiabá, Defesa Ambiental e da Ordem Urbanística, para garantir maior segurança viária nestes dois trechos considerados críticos e com alto fluxo de pedestres.

Conforme o secretário de Mobilidade Urbana, Juares Samaniego, no trecho da Avenida Beira Rio onde o equipamento será instalado, houve um grande clamor dos moradores da região devido ao atropelamento que resultou na morte de um jovem de 21 anos no ano passado. O jovem estava na Beira Rio, ao lado de um veículo estacionado, quando foi atingido por um veículo que passou em alta velocidade. O motorista fugiu sem prestar socorro. “Há tempos a Semob vem cumprindo um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) para a implantação de novos radares e, nestes dois pontos, foram realizadas diversas reuniões com representantes do MP, Sinfra e Semob para discutir a garantia da segurança dos pedestres e melhorias no trânsito”, comentou.

O secretário lembra que não existe multa sem a infração. “Existem leis de trânsito que devem ser respeitadas. Mesmo com muitos avisos e campanhas, ainda existem motoristas que insistem em não obedecer às leis e não respeitar os pedestres, por exemplo”.

A instalação dos equipamentos de monitoramento é realizada após um estudo da Comissão de Análise de Acidentes de Trânsito, composta pelos órgãos: Secretaria de Saúde do Município, Delegacia Especializada de Delitos de Trânsito (Deletran), da Polícia Judiciária Civil, Batalhão de Trânsito da Polícia Militar, Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec).

A Secretaria de Mobilidade Urbana fará todo o processo de divulgação, garantindo a transparência da medida.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *