Uncategorized

Prefeito do Rio visita palcos montados na praia de Copacabana para o Réveillon 2024 – Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro

Palco é montado para o Réveillon 2024 em Copacabana – Beth Santos / Prefeitura do Rio

O prefeito do Rio, Eduardo Paes, e o presidente da Riotur, Ronnie Aguiar, conferiram, neste sábado (30/12), os últimos detalhes da montagem da infraestrutura para o Réveillon 2024 na praia de Copacabana. Pela primeira vez, a festa da virada terá dois palcos conjugados, com uma frente voltada para o Leme e outra para Copacabana. A chegada do ano novo terá queima de fogos com 12 minutos de duração e bombas mais modernas e tecnológicas, com grafismos inéditos, cores e brilhos mais intensos.

Dez balsas servirão de base para os disparos, que serão feitos por conexão GPS. Além disso, drones farão um espetáculo à parte, com imagens e mensagens de paz e esperança. Também pela primeira vez, o espetáculo de luzes e cores acontecerá ao som de uma orquestra ao vivo, com a regência da maestrina Ludhymila Bruzzi ditando o ritmo da exibição.

– Estão todos os cariocas, brasileiros e estrangeiros convidados para virem para cá. Copacabana é sempre a nossa cereja do bolo, mas quem estiver espalhado pela cidade e quiser se deslocar menos, vai ter festa em vários lugares. Tenho a certeza de que será uma festa muito tranquila e de muito sucesso. O que a gente sempre deseja é saúde, prosperidade e paz. Que possa ser um ano incrível para a cidade, para o Brasil e para o mundo – afirmou o prefeito.

O Palco Copacabana foi erguido em frente ao Hotel Copacabana Palace, voltado para a praia do Leme, e terá como atrações os shows de Nattan, Luísa Sonza, Gloria Groove, Ludmilla, e da escola de samba Imperatriz Leopoldinense. Já o Palco Samba foi montado nas proximidades da Rua República do Peru, com a frente virada para o restante da praia, e terá os shows de Teresa Cristina, Jorge Aragão, Diogo Nogueira, Belo e da escola de samba Unidos do Viradouro. Os dois palcos são ligados pelo backstage, uma novidade no réveillon deste ano.

– A expectativa é a melhor possível, temos uma tarefa que é sempre melhorar esse evento anual do nosso calendário. O réveillon do Rio de Janeiro é a maior celebração do mundo todo. Não só aqui no palco de Copacabana, mas teremos também festas espalhadas por toda a cidade. Temos muito orgulho de colaborar um pouco para fazer esta festa incrível para as pessoas que são do Rio de Janeiro e para aquelas que vêm nos visitar, sejam do Brasil inteiro ou os turistas internacionais -disse o presidente da Riotur, Ronnie Aguiar.

 

Outros dez bairros terão festa da virada

Além de Copacabana, o esquema operacional da festa prevê palcos espalhados por outros dez bairros: Flamengo, Centro (Praça Mauá), Ilha de Paquetá, Ilha do Governador, Madureira, Ramos, Penha (Iapi da Penha), Bangu, Pedra de Guaratiba e Sepetiba. Para saber mais sobre a programação, clique AQUI.

O Réveillon 2024 contará com a atuação de 30 órgãos públicos para garantir a fluidez da festa.

Policiamento

O esquema de segurança estará reforçado com 61 torres ao longo da orla, sob o comando da Polícia Militar, que também fará bloqueios e vistorias nos acessos à praia.

 

Ordenamento urbano

Cerca de 1.500 fiscais e guardas municipais trabalharão no ordenamento urbano, tanto nas areias como no comércio da região, além de apoiar as ações de trânsito. A fiscalização dos estabelecimentos comerciais terá como foco coibir a venda de bebidas em garrafas de vidro. No apoio ao trânsito, os agentes irão atuar coibindo o estacionamento irregular. A Guarda Municipal estará presente ainda com a Ronda Maria da Penha, ao lado da Secretaria da Mulher, auxiliando o público e realizando a distribuição de pulseiras para crianças, evitando que elas se percam de seus responsáveis. A GM-Rio irá apoiar também a Polícia Militar nos bloqueios na chegada à praia. Os cercadinhos na areia por parte dos quiosques e ambulantes serão duramente fiscalizados. A desobediência às normas poderá gerar a cassação da licença.

– Essa é uma festa muito importante para a cidade, vamos receber milhões de pessoas aqui em Copacabana. Para isso, precisamos de um trabalho preventivo. Este ano, tivemos um aumento de 20% no efetivo da Secretaria de Ordem Pública e da Guarda Municipal. A gente tem mais de 1.240 agentes atuando na orla para auxiliar a polícia na segurança e para ordenar o espaço público. Com esse trabalho de prevenção e de integração com as forças policiais, a gente espera ter uma festa em Copacabana com ordem e segurança – destacou o secretário de Ordem Pública, Brenno Carnevale.

 

Atendimento de saúde

Na área da saúde, somente em Copacabana serão quatro postos médicos, 144 profissionais de saúde e mais de 30 ambulâncias para atendimentos. Os quatro postos estarão localizados na Avenida Princesa Isabel, Praça do Lido, Siqueira Campos e Rua Bolívar. A operação começa no dia 31, às 17h30, e vai até as 5h do dia 1º. No que se refere à Vigilância Sanitária, agentes já realizam fiscalizações em todos os quiosques da praia.

Na altura da Rua Siqueira Campos, serão montados 12 contêineres que abrigarão a Central de Monitoramento, Assistência Social, Secretaria da Mulher e outros órgãos públicos. Toda a logística será monitorada pelas novas telas do Centro de Operações Rio (COR).

 

Trânsito

Serão 205 operadores de tráfego para coordenar o trânsito nas ruas. Para que celebração ocorra da melhor forma possível, a Prefeitura do Rio orienta as pessoas que deem preferência ao transporte público, com destaque para o metrô, uma vez que o trânsito no bairro será bloqueado e aproximadamente três mil vagas de estacionamento serão suprimidas.

No dia 31 de dezembro, os bloqueios em Copacabana e no Leme começam a partir das 7h, com a interdição da pista da Avenida Atlântica junto à orla, como ocorre nos fins de semanas e feriados. Às 16h, estará totalmente interditada nos dois sentidos. Às 19h30, haverá o fechamento de todos os acessos ao bairro, com exceção de ônibus e táxis que só poderão ter acesso a Copacabana até 22h. O estacionamento já está proibido em toda a extensão da Avenida Atlântica e nas suas vias de acesso e saída, desde as 18h desta sexta-feira (29/12).

A partir das 5h do dia 1º, os acessos à Copacabana serão liberados para todos os veículos. No entanto, ambas as pistas da Avenida Atlântica continuarão interditadas. A partir das 10h, a pista das edificações da Avenida Atlântica será aberta e funcionará com a mão invertida, como ocorre aos domingos e feriados.

 

Atendimento à mulher

A Prefeitura também terá um posto de atendimento na Rua Siqueira Campos voltado para as mulheres, sob a coordenação da Secretaria de Políticas e Promoção da Mulher. Em parceria com a Secretaria de Ordem Pública e a Ronda Maria da Penha, o serviço contará com psicólogas e advogadas, para dar todo o atendimento para eventuais vítimas de violência de gênero, assédio ou importunação sexual ao longo do evento. Todos os banheiros químicos estarão adesivados com as informações sobre o que é violência contra a mulher no contexto do Brasil. As informações estarão reproduzidas em português, inglês, francês e espanhol.

 

Operação de limpeza

A Comlurb preparou megaoperação com 4.778 garis, o maior efetivo da história para a festa, distribuídos em todos os pontos de festejo. Os garis vão trabalhar com o apoio de 215 veículos, sendo 71 compactadores, 81 basculantes, quatro caminhões-baú com sanitário e 30 micro-ônibus para transporte dos garis, 8 varredeiras de grande porte e 21 pipas d ́água para lavagem das vias com água de reuso, e mais 87 equipamentos, incluindo 26 pás mecânicas, 12 mini pás, 12 varredeiras de médio porte, 14 mini varredeiras e 23  tratores de praia com implementos traseiros para peneiramento da areia.

– Vamos ter, só aqui na orla de Copacabana, cerca de dois mil garis. Temos mil contêineres espalhados pela praia, mais umas 200 caixas metálicas de 1.200 litros. É muito trabalho, estamos entregando a areia da praia numa excelente qualidade, ela está peneirada. Estamos com tudo pronto para ter a maior festa do mundo no réveillon – afirmou o presidente da Comlurb, Flávio Lopes.

A Comlurb vai atuar em todos os pontos com queima de fogos e shows. A companhia vai disponibilizar 2.000 contêineres de 240 litros e 1.000 caixas metálicas de 1.200 litros, em todos os pontos de festa, sendo metade em Copacabana, para garantir que os frequentadores possam fazer o descarte de seus resíduos de forma ordenada e correta.

A operação especial de réveillon em Copacabana terá início neste domingo (31/12), com a pré-limpeza para a festa, com ações em toda a extensão da Avenida Atlântica, incluindo o calçadão dos prédios, as pistas (quando estiverem bloqueadas) e as vias de acesso, desde o período da manhã.
A companhia terá quatro pontos de apoio logístico e entrega voluntária de materiais recicláveis: entre as Ruas Francisco Sá e Souza Lima, em frente à Rua Santa Clara, em frente à Avenida Prado Júnior, e em frente à Rua Anchieta. Garis também atuarão nos quatro postos médicos instalados para a festa em Copacabana: na Rua Duvivier (Praça do Lido), na Rua República do Peru, na Rua Santa Clara, e entre as Ruas Xavier da Silveira e Bolívar, sendo dois em cada posto.

A Operação Especial de Réveillon em Copacabana terá seu ponto alto a partir das 6h do dia 1°, com 1.579 garis, que contarão com o apoio de 97 veículos, entre caminhões compactadores, basculantes, varredeiras de grande porte e pipas, e 37 equipamentos, como varredeiras de médio porte, pás mecânicas, e os tratores de praia com implementos traseiros que limpam e peneiram a areia, dando mais dinamismo ao serviço. A eficiência dos trabalhos vai garantir as vias e as calçadas limpas até as 10h do primeiro dia de 2023, com tudo lavado e desodorizado para a liberação das pistas.

A Operação Réveillon estará presente em outros pontos da orla, como: Flamengo, Ipanema, Leblon, São Conrado, Barra da Tijuca, Recreio, Prainha, Grumari, Praia de Sepetiba, Praia de Barra de Guaratiba, Praia da Bica na Ilha do Governador, Paquetá e Piscinão de Ramos. Locais como Parque Madureira, Praça Santa Emiliana, na Penha, e Estádio Moça Bonita, em Bangu, também receberão a operação especial de limpeza. Para esses 16 pontos, serão disponibilizados 2.501 garis, que farão o serviço com apoio de 118 veículos, incluindo compactadores, basculantes e pipas d´água, e 50 equipamentos.

Após o fim da operação especial de Réveillon, equipes da Comlurb farão o repasse da limpeza nos turnos da tarde e da noite do dia 1º em toda a extensão da Praia de Copacabana, com 368 garis, após os banhistas deixarem o local, inclusive com a utilização do trator de praia que não pode trabalhar na areia nos períodos de pico dos frequentadores devido a riscos de acidentes. Outros 330 garis farão o mesmo tipo de serviço nos demais pontos da orla da Zona Sul, do Flamengo a São Conrado.

 

Operação Lei Seca

A Operação Lei Seca, do Governo do Estado, também estará presente no Réveillon, com operações diurnas e noturnas. A novidade este ano é que ela começará mais cedo para abordar as pessoas no pós-praia. A operação terá ainda o apoio de drones, focados em flagrar os condutores que tentam trocar de lugar com o carona. Mas também vão atuar no reconhecimento facial.

 

Metrô

O MetrôRio montou uma operação especial de Réveillon, que começa às 19h do dia 31 de dezembro e vai até as 5h de 1º de janeiro. Nesse período, o cliente só utiliza o sistema usando os cartões especiais, tanto para ida quanto para a volta, que podem ser comprados até 18h59 do dia 31 de dezembro (ou até que se esgotem) nas bilheterias da estacão Carioca. A recomendação da concessionária é que os clientes se planejem para comprar os bilhetes com antecedência.
Pessoas com deficiência (PCD), menores de seis anos acompanhados de um adulto portador de cartão válido e maiores de 65 anos deverão apresentar nas catracas um documento oficial comprobatório para o embarque nas estações durante a operação especial de Réveillon. Quem tiver dúvida pode procurar as redes sociais do MetrôRio, o SAC (0800 595 1111) ou se informar em uma das 41 estações do sistema.

No dia 31/12, a partir das 19h, quando começar a operação especial de Réveillon, não serão aceitos os cartões unitários, pré-pago, Giro, Riocard Mais (Bilhete Único e Vale-Transporte) nem pagamento por aproximação (NFC). Ou seja, esses cartões poderão ser utilizados somente até 18h59, com exceção das estações General Osório/Ipanema, Cantagalo/Copacabana e Siqueira Campos/Copacabana, onde todos esses meios de pagamentos serão aceitos até meia-noite para que os moradores e trabalhadores dessa região possam se deslocar de metrô neste período.

Às 5h do dia 1º de janeiro, a operação especial de Réveillon se encerra e todos os cartões do MetrôRio, o Riocard e o pagamento por aproximação voltarão a valer em todas as 41 estações. Durante os dias 31 de dezembro e 1º de janeiro, os trens da Linha 2 vão circular da Pavuna a General Osório/Ipanema. As linhas 1 e 4 vão manter o trajeto Uruguai-Jardim Oceânico/Barra da Tijuca.

Da meia-noite até 7h de1º de janeiro, somente as estações Cardeal Arcoverde/Copacabana, Siqueira Campos/Copacabana, Cantagalo/Copacabana, General Osório/Ipanema e Jardim Oceânico/Barra da Tijuca permanecerão abertas para embarque. As demais estações funcionarão apenas para desembarque, exceto as estações Praça Onze, Saara/Presidente Vargas, Uruguaiana/Centro e Catete, que estarão fechadas.

A transferência entre as linhas 1 e 2, de meia-noite às 7h, será feita nas estações do trecho compartilhado (entre Central do Brasil/Centro e General Osório/Ipanema). Devido à logística de troca de plataformas para transferência na estação General Osório/Ipanema, a empresa recomenda que o cliente realize a transferência no trecho entre Central do Brasil/Centro e Cantagalo/Copacabana.

Já no dia 1º de janeiro, o funcionamento das estações será das 7h às 23h, com exceção de Praça Onze, Saara/Presidente Vargas, Uruguaiana/Centro e Catete, que permanecerão fechadas. Estas estações vão reabrir às 5h do dia 2 de janeiro. Tanto no domingo (31/12) quanto na segunda-feira (1/1), a transferência entre as linhas 1 e 2 poderá ser feita no trecho compartilhado entre as estações Central do Brasil/Centro e General Osório/Ipanema.

 

Integrações

No dia 31 de dezembro, as integrações tarifárias (ônibus, BRT e vans) com o metrô serão encerradas às 19h. A partir desse horário, o acesso às estações do sistema metroviário será possível somente com o uso do cartão especial de Réveillon.

 

Metrô na Superfície

No dia 31 de dezembro, as últimas partidas das estações Botafogo, Antero de Quental e Gávea serão às 18h. No dia 1º de janeiro, o serviço vai operar normalmente, em esquema de feriado das 7h às 22h30.

Horários de embarque no réveillon

Das 19h às 20h – cartão verde-claro (ida) e verde-escuro (ida e volta); Das 20h às 21h – cartão azul-claro (ida) e cartão azul-escuro (ida e volta); Das 21h às 22h – cartão rosa-claro (ida) e cartão rosa-escuro (ida e volta); Das 22h às 23h – cartão amarelo (ida) e cartão laranja (ida e volta); Das 23h à meia-noite – cartão lilás (ida) e cartão roxo (ida e volta); Da meia-noite às 5h – cartão cinza (volta).

Categoria:

  • 30 de dezembro de 2023
  • Marcações: ano novo copacabana fogos Prefeitura do Rio prefeitura do Rio de janeiro Réveillon Riotur

    Deixe um comentário

    O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *